Amor não tem idade…

Amor não tem idade…

Meninas, super emocionada aqui com essa história que pesquei lá no Lápis de Noiva. Simplesmente incrível! A prova viva que amar faz bem pra qualquer pessoa, em qualquer tempo, em qualquer fase… Amo o verbo AMAR e acho isso delicioso. Não resisti a essa história e tive necessidade de partilhar com vcs, porque a gente precisa acreditar nessa força maior capaz de transformar nossas vidas em um piscar de olhos… Achei tão bacana que achei melhor deixas as meninas do Lapis de Noiva explicar, vejam direitinho e vcs vão entender o porque de postar aqui o texto na íntegra.

v7

 

Texto by: Lapis de Noiva

Estávamos ansiosas por esse post! Um casamento e uma história especial para nós… A Sara é a nossa avó materna e ao mesmo tempo uma mãe. Durante a nossa infância ela ajudou na criação enquanto os nossos pais trabalhavam. Uma guerreira, cheia de histórias e lutas. Sozinha, criou 3 filhas (foram muitos traumas e sofrimentos com o seu parceiro, que certo dia sumiu e nunca mais retornou). Acostumamos a ver a vovó Sara sempre cuidando da família, dos netos, das amigas, e quando perguntávamos se um dia ela iria namorar e casar novamente, ela dizia: jamais!

Mas a vida é cheia de surpresas! Aos 80 anos ela se apaixonou pelo João (o nosso avô paterno e viúvo! Sim, é isso mesmo! rs). Ele foi até sua casa de bicicleta e a pediu em casamento. Ela, a dona de um coração de pedra, aceitou e nesse dia eles começaram a namorar (sabendo que iriam se casar!). A partir de então um passou a ser parte da rotina do outro: papo pelo telefone, presente de dia dos namorados, encontro de sábado a noite… A admiração que um tinha pelo outro virou paixão, virou amor!

Do pedido ao casamento foram mais ou menos 4 meses. Foi bem rápido, mas para que esperar? A Sara, quem jurou de pé junto que jamais sairia de sua casa na velhice, fez as malas! Em poucos dias se mudaria do local onde morou por 50 anos. Ela nos fez entender que noiva é noiva não importa a idade! Perdeu o sono, emagreceu, só falava de casamento, decidiu o vestido e uma amiga de anos (a Mena) fez os ajustes, mandou forrar o sapato, teve dia da noiva e dois chás de panela, comprou várias lingeries, escolheu todas as músicas da cerimônia, fez prova de bolo e bem casado, e claro, ficou muito ansiosa com o grande dia!

O casamento foi simples e bem familiar. Cada um ajudou um pouquinho e se tornou um “casamentão”. Um domingo de sol junto de familiares e amigos eles se casaram. A igreja, onde a vovó frequentou por quase 50 anos, estava cheia e foi uma cerimônia abençoada, repleta de significado e amor. Como contamos, foi bem íntimo e familiar. Uma das netas, a Bruninha fez os convites, a Lorena decorou a igreja, a Junia fez as fotos, os nossos pais (filho do noivo e filha da noiva) cantaram, o Gabriel, bisneto do vovô João levou as alianças e foi emocionante.

E ainda há quem não acredite em amor verdadeiro. Nós vivemos isso todos os dias… são tantas histórias lindas que conhecemos que só em lê-las o nosso coração se enche de amor. Mas, a vida é tão bondosa e Deus é tão detalhista que Ele nos presenteia com histórias que podemos testemunhar de perto! A vovó Sara falou assim: “Eu nunca pedi a Deus um marido. Pedi que Ele me desse o que eu precisava, no tempo que Ele achasse melhor! Aos 80 anos Deus atendeu os desejos do meu coração”…

Podem morrer de amores pela nossa vózinha de noiva. Não ficou linda?! Agora a Sara e o João compartilham os seus dias. Um cuida do outro, do jeito que tem que ser! A vovó e o vovô se casaram!

v1 v3v2

v9 v11 v12 v13 v19 v20 v22 v23 v25 v26 v28 v31 v34 v35 v37 v39 v40 v41 v42 v46 v48 v52 v55